Publicado em

O Que Aprendi com as Tecnologias Gratuitas

Hoje em dia, quem tem um smartphone pode aprender, criar e compartilhar de um jeito nunca antes possível. Mas é preciso alguma pró-atividade e muita determinação pra entender e aproveitar tantos recursos.

O que importa é saber o que importa

Na era da curadoria, o difícil é saber o que vale a pena estudar, quais são as fontes confiáveis, onde se escondem os bons conteúdos no oceano profundo da internet?

Desde que me tornei professora certificada pela Google tenho pesquisado, reunido e compartilhado materiais pra facilitar a vida de quem quer aproveitar melhor a tecnologia que tem na mão.

Para começar a nos localizar nesse mar de possibilidades produzimos o ebook Tecnologias para Inovação nas Escolas, que reúne uma classificação, por área e aplicação, com dezenas de plataformas inovadores gratuitas que podem ajudar no processo de ensino e aprendizagem.

Nesse caminho, nos deparamos com a importância do pensamento computacional para o futuro das crianças e criamos o Desafio do Código, um roteiro gameficado que propõe desafios em plataformas gratuitas com foco em matemática, inglês e lógica de programação.

Para ampliar o compartilhamento do conhecimento criamos também cursos online sobre as ferramentas Google, a Khan Academy e as novas tecnologias.

E agora para manter atualizada e acessível nossas pesquisas mais recentes, criamos o CodeCamp, um blog para compartilhar sobre por exemplo, O que Sabemos sobre a Google na Educação, Tudo o que Tem na Google para Programadores ou para Aprender a Programar, Tudo o que tem na Google para Educadores, O que é o Google Cardboard, Pra que Serve e Como Funciona, e muito mais. Confere lá!

Originalmente publicado no Medium

Publicado em

Educatic Code Wars, a Maratona de Aplicativos e o Blog Mulheres na Computação, somam forças para fortalecer a educação

Na sede do CUBO em São Paulo, em uma reunião com a Camila Achutti e Felipe Barreiros, estabeleceu-se a parceria entre o Educatic Code Wars, a Maratona de Aplicativos e o Blog Mulheres na Computação.

Mudanças e transformações são gradativas, mas pedem ações imediatas, na educação, na percepção, e no senso crítico. Somente aqueles que tiverem consciência das opções que possuem, tem condições de optar pelas melhores alternativas.

Aliando e alinhando os objetivos de cada projeto, que somados buscam potencializar habilidades pessoais e profissionais desde a infância, dando condições para que possam fazer suas escolhas futuras de forma consciente. O  Educatic Code Wars, parte do princípio que quanto mais cedo começamos a superar nossos limites, mais longe seremos capazes de chegar. Para isso, elaborou um desafio online, que contempla um conjunto de missões que guiam crianças, adolescentes e professores por ferramentas digitais, que lhes possibilitam incluir tecnologias no processo de educação, ensinando aos estudantes, programação, matemática e línguas.

A Maratona de Aplicativos em um modelo de competição, coloca os estudantes do ensino médio frente a frente com a possibilidade de praticar o que aprendem nas ferramentas e plataformas disponíveis na internet, e indica caminhos que facilitam a criação de um aplicativo que melhore a vida deles na escola, ou até mesmo na educação como coletivo, desde a ideação, a programação e a apresentação do produto final em um pitch, A FIAP promovendo a Maratona de Aplicativos, quer criar meios de compartilhar o conhecimento e motivar empreendedores na busca por soluções sociais atuais e futuras.

O Blog Mulheres na Computação incentiva a discussão e difusão de assuntos relativos a computação, visando a capacitação e inserção de mulheres neste campo.

São muitos postos de trabalho (vagas e preenchidos), e ainda é um campo que em grande parte está ocupado por pessoas do sexo masculino. O mercado de trabalho que mais cresce em número de vagas é o de Tecnologia da Informação, as melhores vagas são neste setor e as demandas se ampliam proporcionalmente, gerando mais postos de trabalho do que profissionais aptos.

Esta parceria visa promover o acesso e a capacitação, que levará muito além deste mercado de trabalho. Pretende estimular melhores condições de pensar, criar e se relacionar em muitas áreas. Aprimorando habilidades necessárias no seculo 21, com criatividade e colaboração para a resolução de problemas cada vez mais complexos da sociedade.